Planejando morar sozinho para Estudar ou Trabalhar?

Veja o que você precisa saber para se virar!

Essa grande mudança exige planejamento e adaptações para manter a sua casa e a sua rotina sempre em ordem. Se antes só era permitido sair da casa dos pais depois do casamento, agora os filhos comumente se mudam muito antes, seja para estudar, trabalhar ou pelo desejo de independência. Mas ser dono do próprio lar exige uma boa dose de coragem e preparo para situações que você nunca imaginou passar. Por isso, saiba o que fazer antes de começar essa vida nova …

Como comprar ou alugar o seu espaço

Para ter sucesso em encontrar o lugar ideal para tocar a sua vida, é preciso considerar a localização, a segurança, as facilidades das redondezas, o estado do lugar, fiador ou financiamento, o seguro, a comprovação de renda e, ainda, pensar em toda a mobília e decoração. Pode parecer simples, mas a compra ou a locação de um imóvel provavelmente é a maior burocracia que você deve tolerar nesse processo. Por isso, tenha em mente que você não vai conseguir se mudar de um dia para o outro e que essa preparação pode levar semanas ou meses para ser concluída e você finalmente pisar no seu novo lar.

Faça cursos úteis

Enquanto você não sai da casa dos seus pais, vá se planejando para que a sua rotina morando sozinho seja um pouco menos desconhecida e muito mais prática. Você pode realizar um curso de finanças pessoais, para aprender a priorizar seu dinheiro, poupar e investir, e um curso de gastronomia para cozinhar algumas refeições e petiscos, seja para quando estiver só ou acompanhado. Aproveite também para aprender algumas tarefas práticas e necessárias com dicas dos seus pais, como, por exemplo, a pregar o botão da camisa ou a trocar uma lâmpada. Esses conhecimentos parecem secundários, mas, na hora do aperto, você perceberá que eles farão a diferença para evitar o desespero.

Tenha um estoque

Você provavelmente estava acostumado a ter tudo o que precisava na casa dos seus pais porque eles providenciavam, mas agora a situação é diferente. Você é o único responsável por atender às suas necessidades, e elas vão desde as mais essenciais e rotineiras, como ter papel higiênico no banheiro, até as ocasionais, como precisar de uma vela quando ocorre uma queda de energia. Por isso, a dica é possuir um estoque com todos os itens que você vai precisar e, periodicamente, conferi-lo para acrescentar ou repor novos produtos. Isso vale também para serviços como delivery de comida e um encanador: tenha os contatos sempre atualizados por perto, pois você precisará deles em uma emergência.

Deixe a casa limpa

Além de causar uma boa impressão nas visitas, manter a limpeza em dia é importante para a saúde. No mínimo uma vez por semana, providencie uma faxina completa para o seu lar. Se você for fazer isso sozinho, será preciso dedicar algumas horas do seu dia, e, se optar por contratar um serviço de limpeza, você deverá separar a verba necessária. Nos demais dias, faça a manutenção da faxina pesada: não deixe a louça acumular, lave as suas roupas, passe a vassoura no chão e retire o lixo. Locais limpos aumentam a sensação de bem-estar e você viverá muito melhor no seu novo lar se fizer isso.

Realize as manutenções

Investir na manutenção da residência pode evitar surpresas desagradáveis, um gasto exagerado de dinheiro e até mesmo danos irreversíveis no futuro. Então, realize a manutenção de todos os cômodos e equipamentos da casa, como redes de água e esgoto, estado da fiação elétrica, pintura e fissuras das paredes e teto, portas, portões e janelas, além de muitos outros locais que você nem repara ainda antes de começar a morar no local, pois esse cuidado pode prolongar a vida útil do seu novo lar. Depois, é só cumprir a periodicidade da manutenção conforme a indicação dos profissionais que conferiram tudo.

Organize de acordo com a sua necessidade

É preciso a aprender a manter o mínimo de organização, mesmo se você for uma pessoa um pouco mais bagunceira. Crie algumas estratégias para facilitar a ordem na sua rotina, como, por exemplo: tenha um porta-chaves ou um porta-objetos perto da entrada para colocar itens indispensáveis como chave e carteira; use uma pasta para arquivar seus documentos, comprovantes de pagamentos e de residência; compre um cesto para que a roupa suja seja colocada sempre no mesmo local; armazene os alimentos que você mais consome nas prateleiras do armário que são mais fáceis de alcançar, e assim por diante.

Decore aos poucos

É comum que o novo lar deixe as pessoas inspiradas, mas o melhor conselho é ir fazendo a decoração com calma. Adquira primeiro todos os itens indispensáveis para a sua sobrevivência de acordo com o seu estilo de vida (por exemplo, tem gente que não gosta de usar o micro-ondas ou que prefere lavar as roupas na lavanderia do condomínio). Depois, invista nos itens secundários, como uma TV ou uma estante para as suas coleções. Só depois disso preencha os espaços vazios nos móveis, nas paredes e no chão utilizando objetos, quadros, plantas, pufes e o que mais combinar com o seu estilo e com o seu orçamento, tomando o cuidado de deixar os ambientes aconchegantes.

Veja os cursos / treinamentos que você pode fazer para embarcar nessa nova aventura com mais firmeza:
CURSO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS

CURSO DE DECORAÇÃO

CURSO DE FINANÇAS PESSOAIS

CURSO DE GASTRONOMIA

CURSO DE MÉTODOS DE CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s